sexta-feira, abril 10, 2009

OS VIGILANTES (GUN CHUNG)


Fazia algum tempo que eu não encontrava o CINEMAN. De repente um torpedo no meu telefone. Uma mensagem breve - VEJA OS VIGILANTES, Cineman.
Lá pelos anos cinquenta, por incrivel que possa parecer, existiam outras opções alem do cinema americano. Tinha o cinema italiano, tinha até o cinema mexicano com a PELMEX e tinha os policiais franceses. Os policiais franceses eram muito bons. Lino Ventura, Jean Gabin. Sem correria, sem tiroteio, cerebral. Os Vigilantes tem tudo do velho policial francês. A história é sobre um grupo de policiais que trabalham sob disfarce, como se fossem cidadãos comuns, vigiando o que acontece a sua volta. O inicio do filme mostra o treinamento de uma jovem policial por um veterano. O que ele exige dela é o requisito básico do grupo - capacidade de observação. No dark side tem um grupo de assaltantes chefiados por um hábil planejador. Ele não participa da ação, fica no alto dos prédios controlando o trabalho de seu grupo rigorosamente cronometrado. Simpatizei com o criminoso, temos uma coisa em comum, ele está sempre rabiscando um SUDOKU. Aprendi uma dica com ele. Usar lápis com borracha. O criminoso intelectual vai se mostrar no final extremamente violento. Realidade. Foi-se a minha simpatia. O diretor é pouco conhecido por nós - Yau Nai Hoi, que faz seu primeiro filme. Ele é um conhecido roteirista de Hong Kong. Não falei antes, o filme é de Hong Kong produzido por um dos maiores de lá, Johnnie To. O policial asiático está começando a parecer o policial francês de 50. Mesmo com nomes que a gente nunca viu sempre vale uma conferida, ainda mais com uma dica do Cineman.
Até a próxima postagem.

Um comentário:

Pobre Pampa disse...

Deu vontade de ver este filme! Será que vai passar no TeleCine? Hehe, estou longe da Paris e aqui não tem nenhuma locadora decente...