segunda-feira, setembro 22, 2008

O HOMEM DE FERRO


O Cineman era um dos muitos que, apaixonado por quadrinhos, estava extremamente preocupado com o filme do Iron Man. Hollywood já se encarregou de demolir tantos heróis da Marvel que a preocupação era genuína. A esperança era Robert Downey Jr. que, segundo o Cineman, quando não está tirando férias num centro de detox, é um grande ator. Eu achei o filme ótimo. Me diverti do primeiro ao último minuto. O Cineman achou que a criação do herói, foi uma sacada muito interessante, Tony Stark é obrigado a montar a primeira armadura numa caverna no Afganistão para fugir dos terroristas. Eu já apreciei o lado psico-social, onde acompanhamos a transformação de um milionário egocêntrico num cidadão consciente, preocupado com o meio ambiente e os menos favorecidos. Não gostei muito do Jeff Bridges, que é um ator que admiro bastante, no papel do vilão. Ele não parece muito natural contracenando com Robert Downey. "- Olhem onde eu cheguei". A produção, como não poderia deixar de ser, é de primeira. Foram lançados dois DVDs, um duplo e um simples. Não deixe sua locadora lhe empurrar o simples. O duplo tem extras muito interessantes que vale a pena conferir.
Acho até que posso recomendar sem nenhum peso na consciência. O Cineman concordou comigo mas achou que o design da armadura só pode ter sido coisa do Robert Downey.
É isto. Até a próxima postagem.

3 comentários:

Eduardo disse...

É o comentário mais inteligente que eu li sobre o filme!

Só falou falar da Gwyneth Paltrow...

Parabéns pelo Blog!

BEIJOS!!!

CINEMAN disse...

Grande Eduardo, que prazer de ter por aqui. Realmente faltou a Gwyneth Paltrow. Dá uma lida na postagem de O Poder Vai Dançar que acho que vais gostar.
Grande abraço

Eduardo disse...

O prazer é meu!

E achei show a do "Cradle...", ainda mais ouvindo Piazolla!

Só pelo elenco já deu vontade de assistir!

Abração!!!