sábado, maio 24, 2008

ALGUNS DIAS NA METADE SUL


O Cineman mergulhado em suas atividades paralelas ficou fora do ar quase três semanas. Um treinamento intensivo em unidades armazenadoras. A partir de janeiro de 2009 as unidades armazenadoras que prestam serviços de armazenagem vão ter que, obrigatoriamente, serem certificadas. A Universidade de Pelotas organizou um treinamento para engenheiros agrônomos atuarem como auditores técnicos nesta certificação e o Cineman foi um dos trinta participantes. Na velha Escola de Agronomia Eliseu Maciel, que agora chamam de Faculdade de Agronomia e que está completando 125 anos, a mais antiga do Brasil, o Cineman encontrou uma terna lembrança. Percorrendo os largos corredores cheguei a sala do diretório acadêmico. Entrei e no meio da sala, majestosa, estava ela - a mesa de ping pong. Seria a mesa que o Cineman inaugurou em 1959? Sem dúvida. Pelotas é incrivel no respeito a tradição. A mesa jamais foi pintada. Na ponta da mesa, naquela posição onde a gente raspa a raquete na mesa esperando a jogada, estava totalmente sem tinta. A colaboração do Cineman estava ali, indelevel. Centenas de horas. Praticamente todas as aulas de Zoologia ( o professor apenas lia uma apostilha, o ping pong era mais instrutivo). Foi um momento único. O Cineman também é sentimental.
O quadro de formatura é de 1953 e é um dos poucos que contem o logo da escola.

Um comentário:

Pobre Pampa disse...

O PoPa também ajudou a arrancar um pouco daquela tinta. Para os que pensam que os estudantes eram muito vagabundos (só um pouco), é bom lembrar que os ônibus oficiais (só tinham dois ou três para os alunos), saiam somente ao final dos expedientes, ao meio dia e as seis e meia. Portanto, se houvesse alguma folga, a saída era jogar ping pong... e, claro, tinham algumas aulas que não mereciam a presença de tão nobres estudantes! hehehe