segunda-feira, junho 11, 2007

SHANE - OS BRUTOS TAMBÉM AMAM


O melhor western de todos os tempos. Existem divergências, é claro. Mas Shane veio num momento importante. Matar ou Morrer (High Noon), um grande western com Gary Cooper, lançado em 1952, foi anunciado como o marco de transição entre o western tradicional e um novo western, de características muito mais psicológicas. Shane, ainda bem, um ano depois trouxe o velho western de volta.
Mas o que eu quero falar é sobre o final do filme. Confesso que quando eu o assisti, lá pelos anos cinquenta, o seu final me pareceu absolutamente normal. Nas quinhentas e tantas vezes que eu vi depois também não vi nada que me chamasse a atenção. A primeira referência à um final diferente do que eu havia assistido eu vi no filme A Negociação. Os personagens de Samuel L. Jackson e Kevin Spacey em uma das cenas tem uma discussão sobre se Shane morre no fim do filme ou não. Revi o final do filme e ele tem uma dubiedade que eu não havia percebido. Talvez esta tenha sido uma característica predominante em Shane, ele disse muitas coisas sem dizer. E, talvez por isto, Matar ou Morrer hoje seja um filme, apesar de magnifico, datado e Shane, morrendo ou não morrendo ao final, é imortal.
Veja o final de Shane e escolha o seu lado

2 comentários:

CINEMAN disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CINEMAN disse...

Outra referência sobre Shane que eu acho ótima vem do filme Taxi Driver. Robert de Niro na frente de um espelho repete de diversas formas " - You speaking to me?". Todo mundo sabe disto. O que a maioria não sabe é que esta frase não estava no roteiro de Taxi Driver, Robert de Niro improvisou repetindo a fala de Shane quando entra no bar/armazem da cidade e é provocado por Calloway (Bem Johnson). Robert de Niro é melhor ator do que Alan Ladd jamais foi mas em todas as tentativas de De Niro ele não chegou nem perto do "you speakint do me?" de Shane