terça-feira, dezembro 26, 2006

OS DEZ MAIS

É tradicional, ao final do ano, se fazer um levantamento dos dez mais de tudo. Tem um filme muito bom, Alta Fidelidade, com o John Cussack fazendo o papel do dono de uma discoteca de discos raros e seu ajudante, interpretado por Jack Black que fazem, a todo momento, para variar, listas dos cinco mais de tudo. As listas deles são muito boas.
Pois o Blog do Paris Cinema e Café apresenta também a sua lista dos dez melhores DVDs lançados em 2006. Claro que esta lista é do meu gosto pessoal, sem preocupações de crítico, mas apresentando aqueles filmes que eu vi ou revi em DVD e que me agradaram muito.

O REI DA POLICIA MONTADA - Logo que saiu comprei imediatamente o Rei da Policia Montada porque era um seriado com Alan Rocky Lane. O Rocky Lane era um ator de bang-bang e eu o conheci mais através de uma revista em quadrinhos chamada, é claro, Rocky Lane. Na decada de 40 e 50 havia uma quantidade razoavel de gibis com personagens de filmes de faroeste. Monte Hale, Hopalong Cassidy, Zorro, Dom Chicote, Durango Kid.. Os gibis de faroeste disputavam lado a lado com O Gibi e o Guri que traziam os super-heróis, Capitão América, Namor o Principe Submarino, Principe Ibis, Capitão Marvel e outros. Hoje eles praticamente desapareceram a não ser por alguns italianos que resistem bravamente. Pois o Rei da Policia Montada, que eu não havia visto no cinema, é um bom seriado. Já contei que vi junto com o meu neto que, apesar de ser uma linguagem completamente diferente da que ele está acostumado, também gostou. Não é um filme que eu recomendo para vocês verem, a não ser que tenham mais de 60 ou menos de 10 anos. Mas está na minha lista e com certeza só na minha lista.

FAHRENHEIT 451 - Este foi um filme que me impressionou muito quando assisti no cinema. Depois acabei conseguindo uma cópia importada que eu só podia ver num VHS Phillips, que era o único que lia o sistema Pal -SECAN. Quando saiu em DVD comprei imediatamente e preparei uma sessão muito especial em casa. Eu acho que minha ligação com este filme é porque eu gosto muito de ler, e o tema central do filme é um sistema autoritário que, entre outras coisas, pratica uma censura total à leitura. Qualquer livro encontrado com alguém é um crime grave com pena de prisão e queima de todos os livros. Fahreinheit 451 é a temperatura na qual o papel atinge o ponto de combustão. Minha outra ligação com o filme é que numa determinada época, a Santa Madre fazia campanhas organizadas contra os gibis, que eram coisa do diabo e por ai vai, e não era raro eu chegar em casa e encontrar a minha coleção de gibis numa bela fogueira no pátio. Voltando ao Fahreinheit, a cena final é uma das mais belas do cinema. O filme é dirigido por François Truffaut e é baseado num conto de Ray Bradbury. Uma curiosidade é que não aparece nenhuma palavra escrita no filme onde até os créditos são falados.



SÉRIE - DEADWOOD - Escolher uma série foi dificil. Este ano foram lançadas novas temporadas das séries que estão em mais destaque, algumas séries novas e algumas muito antigas. Das clássicas - Jornada nas Estrelas, Missão Impossivel, Kung Fu - As novas temporadas - 24 Horas, Desperate Housewives, Lost, Allias, A Sete Palmos - além de algumas novas - Galática, Carnivalle, Monk, House - Todas muito boas. Mas eu fico com a segunda temporada de Deadwood que eu já comentei neste Blog.
Voltaremos com os filmes restantes nas próximas postagens.

Um comentário:

Buggyman disse...

Eu não conseguiria fazer uma lista dos dez mais em termos de filmes que eu assisti, mas FAHRENHEIT 451 é um dos que colocaria por lá. Talvez A Dama e o Vagabundo estivessem no topo da lista. E Crossroads...

Mas é interessante a popularização das tais listas em finais de ano. Parece que é preciso quantificar tudo que passou, mesmo que não possa ser quantificado. Acho que o Lula, apesar de tudo, deve estar entre os 10 mais! mais surdo (não ouviu nada), mais esquecido (não sabia nada), mais traído (e nem foi pela Mariza - motivos óbvios), mais pluralista (apoio do PP, PMDB, PTB, PDT, PCdoB e até do PT - com ressalvas - esqueci algum?), mais sortudo (ganhou no grito!). Enfim, um homem deMAIS! Alguém duvida?